top of page

Alívio da Fibromialgia: Tratamento da Fibromialgia e da dor com MTC


A fibromialgia, uma condição complexa e frequentemente mal interpretada, afeta milhões de pessoas em todo o mundo. Esta síndrome tem sido um enigma tanto para a medicina ocidental quanto para as abordagens alternativas. Entretanto, a Medicina Tradicional Chinesa (MTC) oferece uma perspetiva única sobre a fibromialgia, centrando-se nos desequilíbrios energéticos subjacentes. Neste post, exploraremos a fibromialgia à luz da MTC, mergulhando em seus sintomas, causas e abordagens de tratamento, incluindo a eficácia da acupuntura no tratamento.


O que é fibromialgia

A fibromialgia é uma condição crônica caracterizada por dor musculoesquelética generalizada, fadiga, e sensibilidade em pontos específicos do corpo, frequentemente denominados "pontos dolorosos" ou "pontos gatilho de fibromialgia". Embora as suas causas exatas permaneçam desconhecidas na medicina ocidental, a condição é muitas vezes associada a eventos traumáticos, stress, cirurgias ou infeções.


Busca tratamento de fibromialgia em Lisboa?



Há diferentes tipos de fibromialgia?

Dentro do espectro da fibromialgia, é possível encontrar diferentes manifestações ou tipos de fibromialgia, com variações nos sintomas e na sua intensidade. Esta condição não resulta em dano articular ou muscular, mas pode ser debilitante para os que dela sofrem. É importante notar que, enquanto a medicina ocidental tende a concentrar-se na gestão dos sintomas, a MTC procura compreender e tratar os desequilíbrios subjacentes que podem estar causando ou exacerbando os sintomas.




Sintomas da fibromialgia

A fibromialgia apresenta uma ampla variedade de sintomas, muitos dos quais podem variar em intensidade e duração. Os mais notáveis incluem:

  • Dor Musculoesquelética Difusa: Esta é a característica definidora da fibromialgia. A dor é frequentemente descrita como uma dor persistente ou queimação que se espalha por todo o corpo.

  • Pontos Dolorosos: Estes são locais específicos no corpo onde a dor é particularmente intensa. São frequentemente encontrados em áreas como o pescoço, ombros, costas, quadris, braços e pernas.

  • Fadiga: As pessoas com fibromialgia muitas vezes acordam sentindo-se cansadas, mesmo após uma noite de sono profundo. Esta fadiga pode ser debilitante e interferir nas atividades diárias.

  • Distúrbios do Sono: Problemas de sono são comuns, incluindo insônia, despertar frequente e dificuldade em voltar a dormir.

  • Rigidez Matinal: Rigidez no corpo após acordar, que pode durar por várias horas.

  • Dificuldades de Concentração e Memória: Frequentemente referido como "nevoeiro fibro", este sintoma envolve dificuldade de concentração, memória fraca e confusão mental.

  • Dores de Cabeça: Muitos pacientes com fibromialgia relatam dores de cabeça frequentes ou enxaquecas.

  • Sintomas Digestivos: Estes podem incluir inchaço, constipação ou diarreia, assemelhando-se à síndrome do intestino irritável.

  • Sensibilidade: Algumas pessoas com fibromialgia podem ser sensíveis a temperaturas, ruídos ou luzes brilhantes.

Compreender a amplitude dos sintomas de fibromialgia é crucial tanto para o diagnóstico quanto para o tratamento, e a MTC oferece abordagens específicas para lidar com cada um desses sintomas.


Tem algum destes sintomas?



Causas

Embora a causa exata da fibromialgia não seja totalmente compreendida pela medicina ocidental, vários fatores têm sido associados ao seu desenvolvimento e exacerbamento. Além disso, a perspectiva da Medicina Tradicional Chinesa sobre as causas difere substancialmente da visão ocidental, oferecendo insights sobre os desequilíbrios energéticos e desarmonias que podem estar por trás da condição. Aqui estão algumas das causas identificadas:

  • Fatores Genéticos: Acredita-se que a fibromialgia possa ser hereditária. Pessoas com familiares que têm fibromialgia têm maior probabilidade de desenvolver a condição.

  • Infecções e Doenças: Algumas doenças podem desencadear ou agravar a fibromialgia. Por exemplo, infecções virais têm sido associadas à fibromialgia.

  • Trauma Físico ou Emocional: Eventos traumáticos, como acidentes de carro ou cirurgias, podem precipitar a fibromialgia em algumas pessoas. O trauma emocional também é considerado um potencial desencadeador.

  • Desequilíbrios Hormonais: Anormalidades nos níveis hormonais, particularmente no hormônio do estresse cortisol, podem estar relacionadas à fibromialgia.

  • Desregulação do Sistema Nervoso Central: Anormalidades na forma como o corpo interpreta e processa a dor podem desempenhar um papel na fibromialgia.

  • Fatores Dietéticos: O consumo excessivo de alimentos fermentados e açúcares pode contribuir para os sintomas da fibromialgia. De acordo com Shepherd e Gibson (2013) no livro "Food Intolerance Management Plan", os FODMAPs (Fermentable Oligosaccharides, Disaccharides, Monosaccharides, and Polyols) presentes em alguns alimentos podem desencadear sintomas em pessoas sensíveis.


Tratamento de Medicina Tradicional Chinesa para Fibromialgia em Lisboa




Perspectiva da MTC

A Medicina Tradicional Chinesa vê a fibromialgia como resultado de fatores patogênicos externos, como o vento, a umidade e o frio, invadindo o corpo, ou desequilíbrios internos, como deficiência de Qi ou estagnação do sangue. Também pode estar relacionado com a desarmonia entre o fígado e o baço, levando à estagnação do Qi e do sangue.


Órgãos e Vísceras Afetadas de Acordo com a Medicina Tradicional Chinesa

Dentro do paradigma da Medicina Tradicional Chinesa (MTC), a fibromialgia não é vista como uma doença isolada, mas sim como um conjunto de desequilíbrios subjacentes que afetam os órgãos e as vísceras (ou "Zang Fu"). Ao examinar a fibromialgia sob essa perspetiva, pode-se identificar os seguintes envolvimentos:

  • Fígado: Na MTC, o Fígado é responsável pela livre circulação de Qi (energia) pelo corpo. A estagnação do Qi do Fígado pode manifestar-se como dor, fadiga e problemas emocionais. A fibromialgia frequentemente se encaixa nesse padrão de estagnação.

  • Baço: O Baço é associado à transformação e transporte dos fluidos no corpo. Uma deficiência no Qi do Baço pode resultar em fadiga, problemas digestivos e sensação de peso, comuns em pessoas com fibromialgia.

  • Rins: Os Rins são considerados a fonte da vitalidade e energia do corpo. Uma deficiência no Yin ou Yang dos Rins pode levar a sintomas como dores nas costas e joelhos, fadiga e desequilíbrios hormonais.

  • Coração: Enquanto o coração na medicina ocidental é primariamente associado à circulação do sangue, na MTC, ele também está ligado à mente e ao espírito. Distúrbios do Coração, como insônia e ansiedade, podem ser comuns em pessoas com fibromialgia.

  • Estagnação de Sangue: A estagnação ou a não livre circulação do sangue pode resultar em dor severa e pontos dolorosos no corpo, características definidoras da fibromialgia.

  • Invasão de Fatores Patogênicos: Elementos externos como vento, frio e umidade podem invadir os meridianos (caminhos de energia), causando dor e rigidez. Esse padrão é frequentemente observado em pacientes com fibromialgia, especialmente aqueles que relatam que seus sintomas pioram com o clima frio e úmido.

A abordagem da MTC visa restaurar o equilíbrio desses órgãos e vísceras, tratando não apenas os sintomas manifestos, mas também as causas subjacentes do desequilíbrio.


Acupuntura para Fibromialgia em Lisboa?




Como Tratar de Acordo com a Medicina Tradicional Chinesa

No tratamento da fibromialgia, a Medicina Tradicional Chinesa (MTC) oferece abordagens multifacetadas, enfatizando a correção dos desequilíbrios subjacentes e o alívio dos sintomas. Vejamos algumas das modalidades terapêuticas mais destacadas:

  1. Acupuntura: Esta técnica milenar consiste na inserção de agulhas finas em pontos específicos do corpo para regular o fluxo de Qi (energia vital). Para fibromialgia, pontos como o LI4 (Hegu), ST36 (Zusanli) e SP6 (Sanyinjiao) são frequentemente usados, pois são conhecidos por aliviar a dor, fortalecer o Qi e nutrir o sangue.

  2. Fitoterapia Chinesa: Através da combinação de ervas, a MTC busca equilibrar o corpo internamente. Para fibromialgia, fórmulas que fortalecem o Qi do Baço ou nutrem o Yin dos Rins podem ser recomendadas, dependendo do diagnóstico individual.

  3. Dietoterapia: Esta abordagem se baseia no princípio de que a alimentação pode curar ou prejudicar. Para fibromialgia, é aconselhável consumir alimentos que fortalecem o Baço e eliminam a umidade, como abóbora, cenoura e gengibre, evitando aqueles que geram frio e umidade.

  4. Tui Na: Uma técnica de massagem terapêutica que combina manipulações manuais com a teoria dos meridianos da MTC. Em fibromialgia, ela visa aliviar os pontos dolorosos e melhorar a circulação Qi e sangue, utilizando técnicas como Gun Fa (rolamento) ou Na Fa (agarramento).

  5. Qi Gong e Tai Chi: Práticas corporais e meditativas que promovem a circulação de Qi. Além de fortalecer o corpo, elas ajudam a relaxar a mente, beneficiando pacientes com fibromialgia ao reduzir o estresse e melhorar a energia global.

  6. Ventosaterapia: Usando copos que criam um vácuo na pele, a ventosaterapia busca promover a circulação e aliviar estagnações. Na fibromialgia, pode ser aplicada em áreas de pontos gatilho para aliviar a dor e melhorar o fluxo sanguíneo.


Baseada em milhares de anos de prática e observação, a MTC procura identificar e tratar os desequilíbrios subjacentes que podem dar origem a sintomas de fibromialgia. Em vez de se concentrar apenas no alívio sintomático, a MTC aborda o corpo como um todo, usando uma combinação de técnicas, como acupuntura, fitoterapia, e práticas de movimento, para restaurar o equilíbrio e promover a saúde geral.




Escroto por:

Yorrana Medeiros

Acupunturista em Lisboa

Medicina Tradicional Chinesa em Portugal

Tratamento de Endometriose em Lisboa

+351 927 304 834

40 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page